Santos pelo fim da violência contra à mulher: programação

O dia 25/11 marca o dia internacional do ativismo à violência contra mulher.

Acontece que, desde 1991, a ONU Mulheres promove uma ação de 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra à mulher. A programação tem início no dia 25/11 (dia de combate a violência contra mulher), e é finalizada no dia 10/12, por ser o dia internacional dos direitos humanos.

Apesar de ser o segundo país mais violento para mulheres, o Brasil é também um país referência no combate à essa violência. A cidade de Santos não ficou de fora dessa luta, e por isso, mulheres se reuniram mais uma vez para criar um calendário de ações não só para combater e prevenir, mas também para acolher, refletir e reduzir a estatística da violência sofrida por tantas mulheres.

A programação para os 16 dias de ativismo será variada e terá como foco principal estabelecer o diálogo com a população de maneira geral. Junto a isso, serão promovidas ações voltadas a profissionais de saúde e comunicação, com o intuito de ampliar o alcance de diretrizes propostos pela ONU Mulheres a respeito do tratamento desse tipo de violência. As ações de combate a violência contra mulher acontecem  desde de 2015.

Confira a programação completa abaixo e programe-se para entrar nessa luta. Afinal, o objetivo é promover uma sociedade mais igualitária na questão de gênero.

Programação

25/11 | 16h às 19h | Praça do BNH

Encontrão de ativismo a violência contra mulher
Atividades: capoeira, varal de poesia, contação de histórias, batalha do conhecimento, comunicação não violenta, rodas de conversa sobre saúde da mulher e brincadeiras de rua.

28/11 | 19h30 | RadioSilva.org UNIFESP (Silva Jardim, 136)

Hora do Sabbat dedicado aos 16 dias

29/11 | 20h | Orla da Praia no Canal 3

Roda de rima 013 direcionada

03/12 | Universidade Santa Cecília

Roda de conversa comunicando a violência da mulher

06/12 | 18h30 | Sindicato dos Bancários

Filme A Venus Negra

09/12 | 10h às 13h | Mercado Municipal

Encontrão de ativismo a violência contra mulher
Atividades: Angústia Dançada com Juh Maria, varal de poesia, batalha de rima 013, comunicação não violenta, rodas de conversa sobre saúde da mulher, brincadeiras de rua.