O TAMTAM trintou

Talvez você conheça o TAMTAM, mas conhece toda essa história?

Ainda funcionava a extinta Casa de Saúde Anchieta, em Santos, quando o Projeto TAMTAM surgiu em 1989, com o objetivo de promover saúde mental, prevenção às doenças, educação, acesso à arte e cultura, diversidade e inclusão social.

O trabalho teve origem após intervenção pública municipal no local, conduzida pela então prefeita Telma de Souza. Começou, então, um trabalhoso processo de humanização da chamada ‘Casa dos Horrores’, que contou com a atuação de uma grande equipe multidisciplinar e foi liderada pelo médico sanitarista David Capistrano Filho.

Foi a partir daí que o arte-educador e pedagogo Renato Di Renzo revolucionou o chamado ‘tratamento’, propondo uma integração inclusiva e diversa, através de espaços para arte e convivência física e urbana dos ‘loucos do manicômio’ com seus familiares, vizinhos e a comunidade. O modelo tornou-se referência nacional e internacional.

Então veio a Associação Projeto TAMTAM

Em 1992 foi fundada, então, a ONG Associação Projeto TAMTAM, objetivando que a ética e a estética fossem mantidas e replicadas. No ano seguinte, a TAMTAM uniu seu trabalho ao Grupo Orgone, fundado pela bailarina Claudia Alonso, conferindo-lhe nova roupagem e uma linguagem única, ampliada, que o caracteriza até os dias atuais.

Desde 2003, o Espaço Sócio Cultural e Educativo Café Teatro Rolidei (nós aqui, da Nove, somos apaixonados por esse cantinho e já fizemos uma linda matéria por lá, que você pode conferir no QR Code ao lado) sedia as ações do Projeto, executadas por voluntários e que seguem fomentando a discussão da sociedade em tempos de violência gratuita e banalização da vida e das relações.

Sem verbas, convênios, subvenções ou patrocínios, a TAMTAM atende hoje cerca de 180 beneficiários em atividades gratuitas e inclusivas – Teatro e Expressão, Dança, Ballet Clássico, Jazz, Expressão Corporal, Grupo Lúdico Pedagógico, Musicalização, Literatura e Poesia – para crianças, jovens e adultos, com e sem múltiplas deficiências, de toda a Baixada Santista.

O TAMTAM é para todos e por todos e em 2019 completa 30 anos de uma linda história, que vem dando um gelo no preconceito e mostrando que, no fundo, no fundo, de louco todo mundo tem um pouco. Vida longa!

Mais história

Diego Brígido

Editor da Revista Nove