Junho vermelho: campanha ‘Stories do Bem’ para doação de sangue em Santos

Menos de 2% dos brasileiros doam sangue; ideal seria de 3 a 5%

E se a gente usasse o poder das mídias sociais e da viralização para ajudar a mudar a realidade dos bancos de sangue?

Junho é considerado o mês da conscientização para a importância da doação de sangue, por isso, Junho Vermelho. Neste mês, os bancos de sangue do país começam a ficar com o estoque baixo (cerca de 40% a menos), em função do frio, que provoca infecções respiratórias; da temporada de provas em universidades e escolas e do início das férias escolares.

Pensando nisso, no último dia 14 de junho, quando se comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue, o advogado, professor universitário e vereador Bruno Orlandi iniciou a campanha ‘Stories do Bem’. A ideia é desafiar o maior número de pessoas para fazerem doação de sangue em Santos e ajudar a melhorar as estatísticas nos hemocentros da cidade (mas, claro, como a campanha é virtual, deve alcançar outras regiões do país).

Menos de 2% dos brasileiros doam sangue regularmente, quando o ideal seria que de 3% a 5% da população fossem doadores, segundo a ONU.

 

Como funciona a campanha Stories do Bem

Bruno já fez algumas postagens explicando como funcionam os ‘Stories do Bem’ e só no primeiro final de semana já contou com 15 adesões. Mas, cada participante tem a missão de trazer mais 3 para a campanha, então, foram 45 envolvidos nos dois dias após o lançamento.

Para participar: no instagram @brunogalotiorlandi é possível printar a arte da campanha. Nela você marca quem te desafiou a doar e mais três pessoas desafiadas por você, além da #storiesdobem. E, claro, junto com a arte, nos stories, posta uma foto ou um vídeo para mostrar que você aceitou o desafio e foi doar sangue.

Onde doar sangue em Santos

Santa Casa de Misericórdia
Av. Dr Cláudio Luiz da Costa, 50, Jabaquara.
De segunda a sexta, das 7h às 14h e aos sábados, das 7h às 11h.

Hemonúcleo de Santos (Hospital Guilherme Álvaro)
R. Osvaldo Cruz, 197, Boqueirão.
De segunda a sábado, das 8h às 12h30.

Casa de Saúde
R. Armando Sales de Oliveira, 138, Boqueirão.
De segunda a sexta, das 7h às 15h.

9 curiosidades sobre a doação de sangue

1 – Uma bolsa de sangue doado pode ajudar a salvar até 3 vidas.

2 – Os diferentes componentes do sangue possibilitam vários usos para diversos pacientes.

3 – Menos de 2% da população brasileira doa sangue regularmente, por isso, os bancos operam no limite.

4 – Adolescentes a partir de 16 anos podem doar sangue,
desde que cumpram os requisitos básicos, mas precisam de autorização dos responsáveis.

5 – O sangue é reposto pelo organismo 24h após a doação. Para o homem, o estoque de ferro é reposto em 8 semanas. Para a mulher, em  cerca de 12 semanas.

6 – Doar sangue não é demorado. Na primeira doação, todo o processo leva em torno de duas horas. Nas próximas,  entre 60 e 75 minutos.

7 – Pessoas abaixo de 50kg não podem doar sangue.

8 – Quem fez tatuagem pode doar após um ano.

9 – Para diminuir cada vez mais as janelas sorológicas, intervalo de tempo decorrido entre a infecção pelo HIV até a primeira detecção de anticorpos anti-HIV, a Abbott trabalha constantemente na inovação de equipamentos e tecnologias da área de diagnósticos.

Bora doar?

Requisitos básicos

Requisitos básicos

Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam de autorização do responsável legal);
Pesar no mínimo 50 kg;
♥ Estar alimentado. (evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação e, caso seja após o almoço, aguardar 2 horas);
♥ Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
♥ Apresentar documento de identificação com fotografia, emitido por órgão oficial;
♥ A frequência máxima é de quatro doações anuais para o homem e de três doações anuais para a mulher;
♥ O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Lá nos stories do @revistanove você também encontra a arte da campanha. Printe e ajude a mudar as estatísticas e salvar vidas.

Diego Brígido

Editor da Revista Nove

Mais buscadas

#tbt ação social aldeia alimentação almoço amor ano novo aquario arte arte no dique baixada santista bares bazar beneficente bertioga cães café cafeterias carnaval carreira casamento cenário centro histórico cerveja cerveja artesanal chopp ciência cinema circo coletivo comer e beber compras confraternização consciência negra coração coworking crianças cruzeiros cubatão cuidado cultura curiosidades cursos curta metragem curta santos dança dia das mães drinks ecologico economia criativa ecoturismo educação empreendedorismo encontro encontro de criadores entretenimento entrevista espetáculo esporte esportes evento eventos eventos em Santos exposição família feira feriado férias festa festa junina festas festival fim de ano flores gastronomia geek golf guarujá handmade história hospedagem hotéis hotelaria humor inverno itanhaém japones juicybazar lazer lendas lgbt liberdade limpeza literatura litoral norte litoral plaza litoral plaza shopping lucky tattoo mar moda mongaguá mudanças mulheres museu museus música natal natureza negócios o que fazer obras oficina onde beber oportunidade palestra papai noel páscoa persona peruíbe pesquisa pet friendly pets praia praia grande praias presentes prevenção projeto social restaurantes reveillon revista nove riviera de são lourenço roteiro turístico santos são paulo são vicente saúde segurança shopping show shows social sofitel solidariedade stand up sustentabilidade tattoo tatuagem teatro trabalho voluntário turismo turismo religioso vegan veganismo vegetarianismo verão vida noturna vinho vinhos workshop