Caminhos do Mar

Fotos: Christian Jauch

As curvas da estrada de Santos

O roteiro começa a 700 metros de altitude, no km 41 da queridinha de Roberto e Erasmo, Estrada Velha de Santos. São nove quilômetros de percurso dentro do Parque Caminhos do Mar, no Parque Estadual da Serra do Mar, desde o início, em São Bernardo do Campo, até a chegada, em Cubatão.

O caminho sinuoso abriga um inestimável patrimônio ambiental, histórico e cultural e revela, em cada curva, uma vista privilegiada e panorâmica da Baixada Santista. Um novo e apaixonante olhar sobre esta bela região, de fazer brilhar os olhos de crianças, adultos e idosos.

Após longo período fechado à visitação, o parque reabriu e pode ser conhecido a pé, em um roteiro de aproximadamente quatro ou cinco horas (depende do grupo), pela trilha Ecoturismo Caminhos do Mar. Parece muito tempo, mas a estrada é asfaltada e bem larga e o roteiro garante várias paradas para contemplar a belíssima paisagem e conhecer os seis monumentos históricos instalados em 1922, a mando do presidente Washington Luiz, em homenagem ao centenário de independência do Brasil.

No Passado

A Estrada Velha é a primeira via pavimentada em concreto da América do Sul, inaugurada em 1908, para substituir a Estrada da Maioridade, de 1844, construída para celebrar a emancipação de Dom Pedro II, que teria viajado por ela dois anos depois. Ela foi uma importante via de ligação entre o planalto e o litoral e teve grande responsabilidade no desenvolvimento de São Paulo e de todo o Brasil, marcando o início da ‘era do automóvel’ no estado.

Por suas curvas circularam mulas e cavalos, carregando personalidades históricas como Dom Pedro I e Dom Pedro II; depois carroças, que transportavam o café, produzido no interior de São Paulo e exportado pelo Porto de Santos e, finalmente, os carros, até 1985, quando a via fechou para veículos e abriu para os turistas.

Nos dias secos é possível percorrer um trecho da Calçada do Lorena, de 1792, construída em pedras ziguezague, que cruza a estrada Caminhos do Mar em três trechos e por onde Dom Pedro I teria passado na viagem entre Santos até as margens do rio Ipiranga para proclamar a Independência do Brasil.

Monumentos no Caminho

Logo no início do trajeto, após cruzar o reservatório Rio das Pedras, que abastece a Usina Henry Borden, em Cubatão, uma parada na Casa de Visitas do Alto da Serra, construída em 1926, para receber os visitantes que chegavam para conhecer as obras do Alto da Serra e da usina. No local, há uma exposição fixa contando a história da Henry Borden, projetada com técnicas inovadoras para a época.

Em seguida, o primeiro dos seis monumentos alusivos ao centenário de independência, o Pouso de Paranapiacaba, homenageia a era automobilística. Da construção, avista-se as cidades de São Vicente e Praia Grande e também é onde muitos acreditavam acontecerem os encontros entre Dom Pedro I e a Marquesa de Santos. Os historiadores, no entanto, contestam a lenda, uma vez que a casa foi erguida após a morte de ambos.

Também estão no roteiro as ruínas do que teria sido a casa dos engenheiros que construíram a estrada; o Belvedere Circular, um mirante que marca o primeiro dos três cruzamentos entre a Estrada Velha e a Calçada do Lorena; o Rancho da Maioridade; o Padrão do Lorena, homenagem ao Governador da capitania de São Paulo, Bernardo José Maria de Lorena, que mandou construir a calçada e o Pontilhão da Raiz da Serra, no final da Serra. Já em Cubatão, o Cruzeiro Quinhentista marca o final do percurso histórico.

Monitoria

Além da instigante história da estrada, contada pelos monitores ambientais do parque – o roteiro é todo monitorado – a fauna e a flora típicas da Mata Atlântica tornam o passeio inesquecível e nada cansativo. Para quem for cumprir o trajeto completo, tem parada para lanche no Rancho da Maioridade, com direito a uma vista deslumbrante de toda a Baixada Santista, além de duas paradas com banheiros e bebedores de água ao longo do caminho.

O roteiro pode ser feito de quinta a domingo e inicia sempre às 9h, com limite máximo de 100 pessoas por dia no Parque.

Caiçara Expedições

Caiçara Expedições

Para fazer o Caminhos do Mar, você pode contatar a Caiçara Expedições. A empresa opera também outros roteiros pela região. Mais informações pelo telefone (13) 3466.6905 ou no site www.caicaraexpedicoes.com

Diego Brígido

Editor da Revista Nove

Mais buscadas

#tbt ação social aldeia alimentação almoço amor ano novo aquario arte arte no dique baixada santista bares bazar beneficente bertioga cães café cafeterias carnaval carreira casamento cenário centro histórico cerveja cerveja artesanal chopp ciência cinema circo coletivo comer e beber compras confraternização consciência negra coração coworking crianças cruzeiros cubatão cuidado cultura curiosidades cursos curta metragem curta santos dança dia das mães drinks ecologico economia criativa ecoturismo educação empreendedorismo encontro encontro de criadores entretenimento entrevista espetáculo esporte esportes evento eventos eventos em Santos exposição família feira feriado férias festa festa junina festas festival fim de ano flores gastronomia geek golf guarujá handmade história hospedagem hotéis hotelaria humor inverno itanhaém japones juicybazar lazer lendas lgbt liberdade limpeza literatura litoral norte litoral plaza litoral plaza shopping lucky tattoo mar moda mongaguá mudanças mulheres museu museus música natal natureza negócios o que fazer obras oficina onde beber oportunidade palestra papai noel páscoa persona peruíbe pesquisa pet friendly pets praia praia grande praias presentes prevenção projeto social restaurantes reveillon revista nove riviera de são lourenço roteiro turístico santos são paulo são vicente saúde segurança shopping show shows social sofitel solidariedade stand up sustentabilidade tattoo tatuagem teatro trabalho voluntário turismo turismo religioso vegan veganismo vegetarianismo verão vida noturna vinho vinhos workshop