Sobreviventes de Hiroshima vêm a Santos com espetáculo emocionante

O teatro documental traz 3 sobreviventes de uma das piores tragédias da humanidade

Uma mistura de sorriso, choro, arrepio e superação! Essa é uma pequena amostra da sensação do público durante o espetáculo 'Os Três Sobreviventes de Hiroshima', que vem a Santos em única apresentação, no próximo dia 31 (sábado), às 20h, no Teatro Coliseu.

Uma das piores tragédias da humanidade será relembrada através de depoimentos emocionantes de três sobreviventes reais do primeiro ataque nuclear da História. Na época, Takashi Morita, militar, 21 anos; Kunihiko Bonkohara, 5 anos e Junko Watanabe, 2 anos, estavam em Hiroshima no dia do bombardeio. Hoje, respectivamente com 95, 79 e 77 anos eles sobem ao palco e reconstroem suas histórias individuais, atravessando uma linha do tempo que traz os momentos da explosão nuclear na cidade japonesa, em 1945, os dias seguintes, a constatação da injusta e cruel devastação e a imigração dos três para o Brasil.

O espetáculo – que vem em forma de teatro documental – utiliza fotos e vídeos originais e canções da época, interpretadas pelos sobreviventes, dando um clima ainda mais realista para o momento, embora a presença deles ali já basta para a veracidade trazida pela peça. Os TAIKÔS – tambores tradicionais da cultura japonesa – introduzem musicalmente e enaltecem a melodia utilizada na peça teatral. E é o grupo Kyowa Daiko, de São Vicente, responsável pela execução dos tambores japoneses.

Os ingressos podem ser comprados, via internet, aqui e também, presencialmente, na Associação Japonesa de Santos que fica na rua Paraná, 129, na Vila Matias.

Mais informações pelos telefones 3222-3268 ou 98876-7076. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 09h às 18h, e no sábado, das 08h às 14h. Na Associação, o pagamento é só em dinheiro.

O vínculo com Santos

‘Os Três Sobreviventes de Hiroshima’ tem ligação direta com a cidade de Santos. O roteirista e diretor do espetáculo, Rogério Nagai, é de Santos e tem em sua avó, falecida aqui na cidade, em 1994, o início da curiosidade sobre essa história que marcou o mundo, “Ela nasceu em Hiroshima e veio para o Brasil antes de estourar a guerra, como a maioria dos imigrantes japoneses aqui no país. Se ela permanecesse em Hiroshima, talvez eu nem estaria aqui”. De acordo com Nagai, outra pessoa tem influência nesse caminho escolhido por ele, seu professor Alfredo Cordella, “No meu primeiro dia de aula, no primeiro ano da faculdade, em 1997, por coincidência, ou não (brinca), o Cordella entra em sala e fala durante 40 minutos sobre…Hiroshima! Algo me empurrava para o que está acontecendo aqui, não é mesmo?”

Hiroshima

Em 6 de agosto de 1945, no estágio final da Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos lançaram uma bomba na cidade de Hiroshima. Três dias depois, atingiram também Nagasaki. Foram milhares de mortos e feridos, além de sobreviventes que buscaram retomar suas vidas depois da tragédia. Os números oficiais informam entre 130 e 240 mil mortos como resultado destes que foram os primeiros e únicos ataques nucleares, contra civis em toda a história.

No Brasil, há 82 sobreviventes das bombas, todos associados à Associação Hibakusha Brasil Pela Paz, anteriormente chamada de Associação das Vítimas da Bomba Atômica no Brasilcom sede na capital paulista. Após ajuda médica e reconhecimento dado a essas pessoas, a Associação passou a se dedicar também à propagação de mensagens de paz e pelo fim de armas e usinas nucleares. “Os Três Sobreviventes de Hiroshima” é uma das ações apoiadas pela Associação.

O espetáculo é realizado pela NAGAI Produções Artísticas e Culturais, criada em 2011, em São Paulo, que desenvolve espetáculos, palestras, seminários e oficinas, além de coordenar o projeto Sobreviventes pela Paz.

Fabiana Oliveira

Editora da Revista Nove

Mais buscadas

#tbt ação social aldeia alimentação almoço amor ano novo aquario arquitetura arte arte no dique baixada santista bares bazar beneficente bertioga cães café cafeterias carnaval carreira casamento cenário centro histórico cerveja cerveja artesanal chopp ciência cinema circo coletivo comer e beber compras confraternização consciência negra coração coworking crianças cruzeiros cubatão cuidado cultura curiosidades cursos curta metragem curta santos dança design dia das mães drinks ecologico economia criativa ecoturismo educação empreendedorismo encontro encontro de criadores entretenimento entrevista espetáculo esporte esportes evento eventos eventos em Santos exposição família feira feriado férias festa festa junina festas festival fim de ano flores gastronomia geek golf guarujá handmade história hospedagem hotéis hotelaria humor inverno itanhaém japones juicybazar lazer lendas lgbt liberdade limpeza literatura litoral norte litoral plaza litoral plaza shopping lucky tattoo mar moda mongaguá mudanças mulheres museu museus música natal natureza negócios o que fazer obras oficina onde beber oportunidade palestra papai noel páscoa persona peruíbe pesquisa pet friendly pets praia praia grande praias presentes prevenção projeto social restaurantes reveillon revista nove riviera de são lourenço roteiro turístico santos são paulo são vicente saúde segurança shopping show shows social sofitel solidariedade stand up sustentabilidade tattoo tatuagem teatro trabalho voluntário turismo turismo religioso vegan veganismo vegetarianismo verão vida noturna vinho vinhos workshop