Mulheres de Areia: a novela que projetou Itanhaém

Fotos: Nícolas Schukkel - Prefeitura de Itanhaém

Você conhece essa história?

Uma das novelas de maior sucesso na teledramaturgia brasileira foi exibida em duas versões, a primeira pela extinta TV Tupi, em 1973 e a segunda, pela Rede Globo, em 1993. O sucesso foi tamanho que a novela foi reprisada mais duas vezes pela Globo, em 1996 e 2011, e uma vez pelo Canal Viva, em 2016. Estamos falando de Mulheres de Areia.

A novela que projetou Itanhaém...

e o presente que a cidade ganhou.

Mas foi a primeira versão que criou uma conexão importante com a Baixada Santista, projetando Itanhaém para todo o Brasil e atraindo turistas para a cidade até os dias de hoje. As cenas do núcleo de pescadores da novela, do qual faziam parte as gêmeas Ruth e Raquel (Eva Wilma), o escultor Tonho da Lua (Gianfrancesco Guarnieri), além de Marcos Assunção (Carlos Zara) e muitos outros personagens, eram gravadas na Praia dos Pescadores, em Itanhaém.

As mulheres de areia esculpidas por Tonho da Lua, apaixonado por uma das gêmeas, a ‘Rutinha’, eram, na verdade, criadas pelo artista plástico Serafim Gonzalez, que também atuava na novela, como Alemão.

Mulheres de Areia em Itanhaém

As gravações agitaram Itanhaém por quase um ano e mudaram a vida da cidade e a rotina dos moradores, que acolheram a novela e os atores. Muitos pescadores atuavam como figurantes nas cenas em que os barcos saíam para o mar, pois a direção aproveitava a rotina da praia, que, verdadeiramente, era um reduto de pescadores.

Ao final das gravações, em 1975, Serafim Gonzalez presenteou a cidade com uma escultura similar às que ele produzia para a novela, mas em concreto, que foi instalada nas pedras da Praia dos Pescadores, em frente à Ilha das Cabras.

Mais tarde, a escultura foi substituída por uma feita em fibra, pelo filho do autor original, Daniel Gonzalez, e em 2014 foi restaurada para coibir a ação degenerativa. Está lá, firme e forte, representando um importante momento na história da cidade, um dos principais atrativos turísticos de Itanhaém.

Dê um pulinho lá

Dê um pulinho lá

Quem quiser visitar o monumento e relembrar as Mulheres de Areia pode ir até a Praia dos Pescadores e tentar descobrir se ela se trata da Rutinha, que era boa, ou da Raquel, que era má.

Diego Brígido

Editor da Revista Nove

Mais buscadas

#tbt ação social aldeia alimentação almoço amor ano novo aquario arte arte no dique baixada santista bares bazar beneficente bertioga cães café cafeterias carnaval carreira casamento cenário centro histórico cerveja cerveja artesanal chopp ciência cinema circo coletivo comer e beber compras confraternização consciência negra coração coworking crianças cruzeiros cubatão cuidado cultura curiosidades cursos curta metragem curta santos dança dia das mães drinks ecologico economia criativa ecoturismo educação empreendedorismo encontro encontro de criadores entretenimento entrevista espetáculo esporte esportes evento eventos eventos em Santos exposição família feira feriado férias festa festa junina festas festival fim de ano flores gastronomia geek golf guarujá handmade história hospedagem hotéis hotelaria humor inverno itanhaém japones juicybazar lazer lendas lgbt liberdade limpeza literatura litoral norte litoral plaza litoral plaza shopping lucky tattoo mar moda mongaguá mudanças mulheres museu museus música natal natureza negócios o que fazer obras oficina onde beber oportunidade palestra papai noel páscoa persona peruíbe pesquisa pet friendly pets praia praia grande praias presentes prevenção projeto social restaurantes reveillon revista nove riviera de são lourenço roteiro turístico santos são paulo são vicente saúde segurança shopping show shows social sofitel solidariedade stand up sustentabilidade tattoo tatuagem teatro trabalho voluntário turismo turismo religioso vegan veganismo vegetarianismo verão vida noturna vinho vinhos workshop