Manguezal, berçário natural

Fotos: Christian Jauch

O manguezal é mais uma das grandes riquezas naturais da Baixada Santista.

Muito presente, mas pouco conhecido, é um ecossistema costeiro, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, comum em regiões onde ocorre o encontro do rio com o mar, o que justifica sua água salobra.

Os manguezais são considerados berçários naturais, pois abrigam espécies típicas, mas também são redutos de outros animais, como aves, peixes, moluscos e crustáceos, em busca de alimento, reprodução e abrigo.

O solo das áreas de mangue é úmido e pobre em oxigênio, mas rico em nutrientes, pois possui grande quantidade de matéria orgânica em decomposição, que serve de alimento à base de uma extensa cadeia alimentar.

Dá para acreditar que cerca de 95% do que o homem pesca no mar é produzido nos manguezais? Este ecossistema destina matéria orgânica para os estuários e contribui, com isso, para a atividade primária da zona costeira. Por isso é tão complexo e sua conservação é tão importante.

Cerca de 15% do total de mangues no mundo estão no litoral do Brasil, o que equivale a mais de 26 mil km². A Baixada Santista detém parte deste patrimônio, protegido por lei nacional e considerado Área de Preservação Permanente (APP), com 120 km² dos 231 km² existentes no estado de São Paulo, ainda que muito já tenha sido degradado.

Mangue turístico

Das nove cidades da região, apenas Mongaguá não possui mangue e algumas das outras oito o utilizam para atividades turísticas. Entre Praia Grande e São Vicente, por exemplo, com saída do Portinho, é possível praticar canoagem ecológica no manguezal.

A remada, com cerca de duas horas, é feita em canoas canadenses e oferece uma aula sobre a importância deste ecossistema, com guia acompanhante e direito a avistamento de aves típicas, como o Guará Vermelho, considerada uma das aves mais lindas do mundo, além de garças brancas e azuis, socós, colhereiros e maguaris – a maior garça das Américas.

De Cubatão também é possível contratar roteiros de barco ou lancha pelo manguezal, com opções de pesca, passeios, birdwatching (observação de aves) e educação ambiental, com foco na importância da preservação deste sistema. Em Itanhaém, considerada a Amazônia Paulista, um passeio pelo Rio Itanhaém garante duas horas em meio a um cenário inesquecível, com direito a avistamento de aves, vegetação típica de mangues e paradas para descanso e petiscos.

O manguezal também é abrigo de jacarés, tartarugas, arraias, tubarões e outros peixes, como a tainha, o bagre e o parati. Os passeios por este ecossistema são roteiros contemplativos, que garantem novas descobertas e muitos cliques fotográficos.

Mais buscadas

#tbt ação social aldeia alimentação almoço amor ano novo aquario arquitetura arte arte no dique baixada santista bares bazar beneficente bertioga cães café cafeterias carnaval carreira casamento cenário centro histórico cerveja cerveja artesanal chopp ciência cinema circo coletivo comer e beber compras confraternização consciência negra coração coworking crianças cruzeiros cubatão cuidado cultura curiosidades cursos curta metragem curta santos dança design dia das mães drinks ecologico economia criativa ecoturismo educação empreendedorismo encontro encontro de criadores entretenimento entrevista espetáculo esporte esportes evento eventos eventos em Santos exposição família feira feriado férias festa festa junina festas festival fim de ano flores gastronomia geek golf guarujá handmade história hospedagem hotéis hotelaria humor inverno itanhaém japones juicybazar lazer lendas lgbt liberdade limpeza literatura litoral norte litoral plaza litoral plaza shopping lucky tattoo mar moda mongaguá mudanças mulheres museu museus música natal natureza negócios o que fazer obras oficina onde beber oportunidade palestra papai noel páscoa persona peruíbe pesquisa pet friendly pets praia praia grande praias presentes prevenção projeto social restaurantes reveillon revista nove riviera de são lourenço roteiro turístico santos são paulo são vicente saúde segurança shopping show shows social sofitel solidariedade stand up sustentabilidade tattoo tatuagem teatro trabalho voluntário turismo turismo religioso vegan veganismo vegetarianismo verão vida noturna vinho vinhos workshop